• Home
  • Notícias
  • Sincaesp e Sindibast definem convenção coletiva para 2017-2018

Sincaesp e Sindibast definem convenção coletiva para 2017-2018

 Reajustes terão como base o IPCA-IBGE, que foi de 3,60% e passou a vigorar desde 1º de junho

 

Foi realizada, no dia 22 de junho, Assembleia Geral Extraordinária, para a análise e votação de cada cláusula da proposta da Convenção Coletiva encaminhada pelo Sindbast, para o período de junho/2017 a maio/2018.

Entre os pontos mais importantes do resultado da reunião destacamos:
- Serão corrigidos os salários dos empregados, a partir de 1º de jundo de 2017, utilizando como referência o IPCA-IBGE do período, que foi de 3,60%.
- O piso salarial ficou estabelecido em R$1.080,00.
- O piso para o menor aprendiz será de R$881,00.
- A jornada semanal de trabalho será de 44 horas.

Um grande avanço que marcou essa convenção foi a possibilidade das empresas poderem adotar sistemas alternativos eletrônicos no controle de jornada externa.

A Convenção coletiva completa e finalizada está disponível na sede do Sincaesp.

Um ponto a destacar é a baixa frequencia de representantes das empresas e a responsabilidade sobre poucos de decidir para todas as empresas.
Para Emerson Pereira da Silva, do RH da Rio Acima, “é importante que os permissionários participem desse tipo de reunião que tem a ver com o díssidio. Temos que discutir e analisar muito bem as propostas do Sindibast, pois podem trazer grandes reflexos sobre o dia a dia da empresa. Além disso temos que estar a par de todos os que envolvem o registro do funcionário. Temos que zelar pela empresa para que nenhum tributo escape, pois no futuro isso pode trazer grandes transtornos”.
É preciso que a cultura das empresas mude, estamos numa era em que não podemos ficar só no “fio de bigode”. Hoje os sistemas estão interligados, caso haja alguma falha mais cedo ou mais tarde podemos sofrer uma fiscalização.
É preciso, também, que na empresa alguém tenha conhecimento da legislação e não deixar a responsabilidade só com os contadores.

Para Maria Luiza Canadá, da empresa Graembuense, “é muito importante que todos se conscientizem da necessidade de estarem presentes nessas reuniões. No mercado existem aproximadamente 1.000 empresas, numa reunião importante como essa, estavam representadas apenas 30 empresas. Temos que estar a par de cada ítem da convenção para que não sejamos pegos de surpresa”.

A Convenção Coletiva completa e finalizada está disponível na sede do Sincaesp.

 

 

Atendimento

Avenida Dr. Gastão Vidigal, 1946
EDSED II - Sala 17 A 22
CEAGESP - Vila Leopoldina
CEP:05316-900 - SP - Brasil

Contato

Fone: 11 3643-8888
E-mail: sincaesp@sincaesp.org.br

Redes sociais

       

Área restrita

Lembrar-me